CLARIFICAÇÃO DE NADA EM CONCRETO

A humanidade vive como se estivesse à escuta de um meteorito gigantesco que se encaminha na nossa direcção e que exterminará grande parte das espécies do planeta, inclusive a nossa. Se Marte ou Vénus fossem jornalistas de um qualquer jornal do sistema solar e pudessem entrevistar a Terra acerca dos seus sentimentos e da forma como ela iria reagir à extinção da humanidade, provavelmente ela responderia que ia custar levar com um meteorito, mas a longo prazo seria bom, pois teria descanso. Finalmente, os muito milhões de parasitas gananciosos, deixariam de destruir o planeta onde habitam, o qual, erroneamente consideravam deles, quando é certo e deveria ser sabido por todos, que o planeta já cá estava antes e irá permanecer depois de eles desparecerem.

É óbvio que isto não é uma tentativa fútil e frustrante de revelar mais uma data para o fim do mundo. A analogia de estarmos à escuta de um meteorito é melhor que as previsões dos profetas Geraldo Lemos e Chico Xavier; melhor que o Y2K, Nostradamus e que as previsões de teólogos Sunitas. E digo confiantemente que é melhor porque não a defendo como verdadeira e se por acaso acreditasse nela, correria dias seguidos – a imitar o Forrest Gump –, todo nu e a ouvir música. Acho que escolher a roupa que devemos usar no dia do apocalipse, é uma escolha demasiado inquietante e complicada: semelhante à daquele indivíduo que não se conseguia decidir por quais chinelos utilizar para se mover dentro de sua casa – dizia que não haviam chinelos com valor suficiente para merecer o seu estrondoso domicílio – e quando finalmente decidiu, calçou-os e minutos depois escorregou. E assim, enquanto o indivíduo foi parar a uma casa nova que comumente é chamada de caixão, os chinelos permaneceram no casarão.

Espero que estas palavras inspirem os grupos revolucionários a quererem iniciar uma revolução. Essa palavra que às vezes está na ponta da língua e dá a entender que a explosão estás prestes a acontecer e só não se torna num acto porque a cama tem estado quentinha e lá fora está a chover. É consensual – a partir de hoje – entre os grandes mestres da revolução, que não se fazem revoluções à chuva, nem se ensina história aos gatos. Pode parecer estranho, mas os mestres zelam pela alegria das famílias que têm um gato como animal de estimação e pelas velhinhas solitárias que têm até duzentos e vinte gatos a viverem com elas. Esta circunstância é tão simples quanto isto: se os gatos aprendessem história, saberiam da perseguição que a inquisição lhes fez no passado quando os acusavam de cúmplices de bruxaria. Isto poderia provocar nos gatos mais rancorosos, vontade de querer ajustar contas com a humanidade.

Quem sabe se afinal a humanidade não será extinta pelos gatinhos. Os acontecimentos estranhos também têm lugar a acontecer. Principalmente, se os gatos sul-americanos começarem a fazer viagens de mota por diversos países do continente e a juntar outros animais à sua luta que depois se propagará pelo mundo. Pelo menos por enquanto, os animais não têm religião e estamos livres que um canguru vestido com um colete de explosivos se sente ao nosso lado no autocarro, enquanto procuramos num folheto as melhores promoções de chinelos e de edredons, para manter a cama quente enquanto não se podem fazer revoluções.  

Um comentário em “CLARIFICAÇÃO DE NADA EM CONCRETO

Adicione o seu

  1. NA VERDADE ESTÁ NA HORA DA REVOLUÇÃO …NÃO NA REVOLUÇÃO DOS GATOS OU DOS CHINELOS, MAS SIM NA HORA DE SAIRMOS DA CAMA QUENTE E PARTIRMOS PARA A LUTA PELOS NOSSOS DIREITOS DE LIBERDADE. . ESTE TEXTO SERVE DE ALERTA E DE ACORDAR OS PORTUGUESES PELA DEFESA DE PORTUGAL DOS CORRUPTOS QUE DOMINAM O NOSSO PORTUGAL.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: