LEON

Leon é um ser de apenas um sentimento: ódio. Outras vezes Leon tem dois sentimentos: ódio e raiva. Outras vezes Leon tem três sentimentos: ódio, raiva e desprezo. O que Leon nunca tem é compaixão ou outro qualquer sentimento positivo.

Leon matou, com uma colher de chá, a cozinheira do seu antigo local de trabalho. Conseguiu inclusivamente desmembra-la parcialmente e arrancar-lhe os olhos. Foi o único acontecimento, ao qual, Leon realmente se dedicou.

Agora estava preso no hospício e tinha o costume de urinar nos corredores. Tudo era odiável e sendo odiável, tudo deveria morrer. Leon queria matar todas as pessoas, queria matar o mundo. Enquanto não o fazia, imaginava como seria se o fizesse, mijando nas paredes dos corredores para anunciar o seu desprezo por tudo.                

Leon escrevia regularmente cartas à sua irmã Mary; ameaçava-a de morte e desejava-lhe os maiores e mais dolorosos desgostos.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: