VK AMESTERDÃO

No segundo e terceiro dia da viagem Vladimir Kuzov continua desaparecido. Bateu com a cabeça a olhar para as montras em Amesterdão e surgiu-lhe na cabeça a palavra “Obrigado” como se diz no Japão. Ninguém sabe onde ele está, mas sabe-se agora que quer o seu epitáfio em japonês.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: