ZACK

Zack perdeu os seus medos, algures, não sabendo muito bem onde e como isso aconteceu. De vez em quando, tenta procura-los, nunca obtendo o sucesso que realmente pretendia. São muitas as perguntas que guarda este ser ausente de receios, deitado no relvado de uma casa que não é sua, recuperando o fôlego por ter fugido de algo que o perseguia e do qual ele fugiu, mesmo não sentindo qualquer medo.

A verdade é que ele foge e esconde-se de muitas coisas; vezes demais para quem perdeu os seus medos. Talvez a fuga e o esconderijo, seja uma condição obrigatória de quem não tem medo; quiçá um simples divertimento, em memória dos dias em que o medo estava presente e o susto provocava algum efeito no seu corpo.                

Zack adormeceu no relvado cujo dono lhe era desconhecido. Talvez sonhasse com o medo, talvez tivesse receio em sonhos; ou seria ele o primeiro Homem a sonhar que cairia de uma árvore, não acordando com essa sensação?

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: